Cabelos

3 dicas para cabelos com frizz

O cabelo com frizz é um quadro que causa incômodo durante todo o ano, mas os fios arrepiados são ainda mais comuns durante o verão, que é uma estação muito úmida. "As pessoas estão saindo da era da rigidez dos cabelos muito lisos e buscando um visual mais natural, mas também não aceitam um cabelo cheio de frizz", afirma Jô Nascimento , hairstylist. Esse efeito é mais recorrente em cabelos ressecados ou danificados, que são mais afetados pela umidade por estarem sensibilizados, então é importante seguir uma rotina de tratamentos que reponha os nutrientes e as proteínas do fio para conferir mais disciplina, brilho e maciez. Reunimos 3 dicas do expert para lidar com o problema e conquistar madeixas alinhadas e saudáveis nessa temporada.

1 - Encontre os melhores produtos para cabelo com frizz

Como o frizz no cabelo é consequência de carências internas da fibra, não basta usar um finalizador para disfarçar os fios arrepiados; é preciso tratar a saúde das madeixas para acabar de verdade com o problema. Usar um shampoo com ação nutritiva e disciplinante é uma boa opção para tratar esse tipo de cabelo, já que a fórmula vai proporcionar mais controle para os fios de dentro para fora. "Os produtos de nutrição, além de hidratar e repor água, ainda alimentam o cabelo", explica Jô. Durante o verão, é comum lavarmos a cabeça com mais frequência por causa do calor, do suor e dos mergulhos no mar. No entanto, esse hábito pode deixar os cabelos que não são oleosos um pouco ressecados, especialmente nas pontas, o que só colabora para o aumento do frizz. Por isso, além do shampoo antifrizz, incorpore na rotina um condicionador ou uma máscara que tenham ação nutritiva e possam repôr a perda que os fios sofrem. Você pode usar o condicionador no dia a dia e a máscara uma vez por semana ou a cada dez dias para potencializar o tratamento; para montar um cronograma certinho, conte com a ajuda do seu cabeleireiro de confiança. Seguindo esses cuidados contínuos, você consegue não apenas eliminar o frizz como evitar que ele retorne ao longo das semanas.

2 - Proteger o cabelo do sol é fundamental para evitar o frizz

O sol é um dos principais causadores do cabelo ressecado, e como esse quadro pode aumentar a aparência do frizz, é importante proteger os fios do sol durante todo o verão. A exposição prolongada aos raios UV prejudica tanto a saúde quanto a aparência dos fios, indo além do frizz e provocando também opacidade, desbotamento e toque áspero nas madeixas. "Por isso é importante o uso de linhas nutritivas, que contém proteção solar para bloquear os raios ultravioleta e auxilia na defesa contra a ação da água do mar e da piscina", indica Jô.

Borrife um spray sem enxágue com ativos que protegem da radiação, nos cabelos secos ou úmidos antes de se expôr ao sol e reaplique ao longo do dia, especialmente depois de mergulhar e molhar os fios a fim de criar um isolamento contra raios UV, nutrir e proteger do ressecamento.

3 - Secador, chapinha e babyliss sem protetor térmico podem provocar frizz no cabelo

Outra causa comum para o ressecamento do cabelo - e, consequentemente, a formação de frizz - é o uso de secador, chapinha e babyliss. Durante o verão, esses aparelhos são menos utilizados porque o cabelo seca mais rapidamente com o calor, mas muitas pessoas têm o hábito de usá-los na finalização sem aplicar um protetor térmico. A alta temperatura tende a danificar a cutícula da fibra e deixar os fios arrepiados, então precisa ser isolada com uma camada protetora. Assim, ajuda a diminuir a necessidade de uso das ferramentas de calor, o que preserva melhor a saúde das madeixas - seja no verão ou em qualquer outra estação do ano.

Jô Nascimento - Especialista em coloração