A importância dos materiais de qualidade na habilitação do profissional

A importância dos materiais de qualidade na habilitação do profissional

Por: Márcia Martins

Sabendo que a Micropigmentação é uma arte que envolve técnica e aprimoramento, é bom lembrar que a qualidade dos materiais e instrumentos é essencial para o desenvolvimento prático. Os pigmentos são um capítulo à parte .

Conhecendo os mecanismos de defesa do organismo, pode-se pensar que o tecido cutâneo rejeitaria qualquer inclusão de matéria estranha levando a eliminação do pigmento, porém com técnica adequada isto não ocorre. A agulha tem dois papéis, separar as capas pelas quais penetra e simultaneamente depositar mais ou menos quantidade de pigmento, em função da solubilidade dos componentes, o inicial separado por ela voltam a unir-se, capturando o pigmento depositado que forma uma coluna.

Posteriormente inicia-se um confronto com os anticorpos, onde estes fagocitam o maior número de células pigmentadas possível, para que seja observada pouca ou nenhuma irritação, os componentes do pigmento devem ser o menos tóxico possível, o que nos chama atenção para a idoneidade do produto.

O pigmento fagocitado ficará depositado na camada dérmica, (derme papilar), sofrendo com a pele o processo de regeneração natural como explicado anteriormente. Naturalmente nos 07 primeiros dias, todo pigmento em excesso, aquele que não foi fagocitado, se desprenderá em forma de crosta levando a um clareamento de 30 a 50% da pigmentação, muitas vezes ocorre falhas levando a necessidade de um retoque a partir de  20 dias da primeira aplicação.

tatuagem x micropigmentação

........

Como já definido na técnica de micropigmentação, o pigmento fica depositado superficialmente na camada dérmica papilar, o que causa uma lesão superficial não gerando cicatriz, uma vez que a epiderme sofre regeneração constantemente, e a lesão não se torna maior mesmo após seu retoque.


Na tatuagem o pigmento fica depositado na derme reticular, o que leva a uma lesão mais profunda e uma conseqüente cicatriz, devido à lesão das fibras de sustentação que compõem esta camada


Todo tecido cicatricial é caracterizado pelo aumento da espessura da pele, em diferentes graus. Isto leva a uma evidência do tecido pigmentado, o que é característico de uma tatuagem; já na micropigmentação não deve ocorrer evidência do tecido pigmentado, para obter um resultado mais natural (Fig.5, 6).

A permanência do pigmento na pele varia de acordo com a técnica empregada, quanto mais profunda, maior será seu tempo de permanência na pele, outra razão será as cores empregadas, há cores que clareiam em meses, como o caso dos castanhos mais claros que são de baixa saturação e cores que jamais clareiam, pois não baixam sua saturação, como o verde, o azul e o branco, os quais permanecem intactos durante tempo indefinido, independente da camada onde forem depositados.

APRESENTAÇÃO DOS MATERIAIS UTILIZADOS PARA MICROPIGMENTAÇÃOPara entender melhor de que forma o pigmento é implantado na pele, precisamos nos atentar sobre os materiais, sua devida higienização, o descarte, e como a qualidade influencia no resultado do seu trabalho.A habilitação profissional e materiais de qualidade são peças fundamentais para um trabalho bem sucedido. Vamos listar os materiais necessários para a realização da técnica de micropigmentação:

Image

1• Dermógrafo: aparelho responsável pela implantação do pigmento, disponível em materiais de aço cromado, aço cirúrgico e plástico, em modelos em forma de caneta. Atualmente, devido às novas normas da vigilância sanitária, os aparelhos feitos em aço são os mais aceitos, pela facilidade do descarte e esterilização das peças auxiliares, alem de maior resistência.

2• Ponteiras: peça por onde sai a agulha e indicador do tamanho da ponta externa da agulha. Disponível em plástico, de uso único e descartável, e pode ser do tipo linear e circular adaptada a cada tipo de agulha utilizada.

2.1• Suporte da ponteira: componente do dermógrafo, onde fixa a ponteira. Também de uso único, deve ser esterilizado a cada uso.

3• Agulhas: devem ser de aço cirúrgico, esterilizadas e embaladas uma a uma, descartável  conferindo  sempre a data de embalagem e validade. Existem dois tipos de agulhas, que são:

Circulares:  utilizadas para realizar técnicas de traçado e preenchimento;Lineares: utilizadas para realizar técnicas de traçado e pintura.

Image

 

4• Pigmentos: Qualidade, fixação e baixo índice de degradação, são as principais características de um pigmento de boa qualidade. Sendo o principal produto a ser utilizado  para a técnica de micropigmentação vamos esclarecer sobre essa precisa matéria prima. Pigmentos são pós ou partículas bem reduzidas dispersadas nas tintas. Os pigmentos são usados em tintas à base de água, óleo ou solvente.

Os pigmentos básicos são aqueles que proporcionam a brancura e as cores são também responsáveis pelo alto poder de cobertura. O dióxido de titânio é o principal pigmento branco. Tem as principais características: cobertura e fixação, e os pigmentos coloridos proporcionam cor pela absorção seletiva de luz. Há dois principais:

OrgânicosIncluem as cores mais brilhantes como vermelho e amarelo. Possuem baixa estabilidade química e alto poder tintorial.

InorgânicosGeralmente não são tão brilhantes quanto às cores orgânicas, também chamadas de terrosas. São os pigmentos mais utilizados para a micropigmentação, devido à baixa reação ao organismo e a sua opacidade, são eles: óxido de ferro vermelho (“cerâmica” e “natural”), óxido de ferro marrom (“castanhos: avermelhado, avelã, marrom, ultra claro, claro, médio, escuro e escuro intenso”), óxido de ferro amarelo (“ocre”) e óxido de ferro preto. Possuem bom poder de cobertura e fixação, e se diferem quanto a sua estabilidade química: o óxido de ferro amarelo possui baixa estabilidade química, o que explica porque as cores mais claras tendem a permanecer por menos tempo na pele, enquanto que os óxidos de ferro preto e vermelho possuem alta estabilidade química, o que explica porque as cores escuras e avermelhadas tendem a durar mais tempo na pele.

5• Batoques: recipiente descartável, onde é colocado o pigmento;

6• Porta-tinta: recipiente onde é acondicionado o(s) batoque(s). Existem dois tipos: aço inox para esterilização e os do tipo descartáveis.

Conclusão:

Não é sobre orgânicos ou inorgânicos e sim sobre formação de um castanho adequado, tipo Make up( cor de pelo).

Eu falo de equilíbrio da cor sabendo que, a médio e longo prazo, o pigmento apresenta na pele estabilidades diferentes.Sim, os inorgânicos são mais adequados para sobrancelhas ainda que, não é somente sobre inorgânicos, e sim um sobre um conceito em pigmentos para micropigmentação. Eu falo de um olhar voltado para uma micropigmentação temporária e não definitiva, livre de resíduos de cor alterada. Eu falo de um pigmento com degradação tranquila e acredito que o sucesso dos castanhos tenha um fator fundamental: que são os segredos industriais adquiridos ao longo de experiências e avanços tecnológicos.

 


Imprimir