O que está por trás da performance do castanho perfeito?

O que está por trás da performance do castanho perfeito?

Por Marcia Martins
Fonte: MagIndustria
Imagens cedidas: Jornada de Micropigmentação
 
A fabricação dos produtos com uso destinado a micropigmentação passa por um rigoroso sistema de qualidade e atende a várias exigências do setor de vigilância sanitária e ANVISA para se enquadrar como indústria de produtos para saúde. Assim como, as expedições das licencias sanitárias como AFE, Alvara Sanitário, AVCB, CRT, são feitas através da ANVISA. A indústria também precisa ter Certificado de Boas Práticas de Fabricação que o principal para a fabricação de produtos Classe III, além desta área se enquadrar na ISO 7 e ISO 8 que são especificas para áreas limpas.
Trata-se de produtos com várias classificações e para cada classificação é necessário uma área produtiva especifica e padronizada para fabricação. O objetivo da indústria é gerar um alto grau de segurança aos seus clientes, o processo de fabricação é realizado por pessoal capacitado e treinado, todos os processos são controlados e validados pelas equipes.
 
Classificação dos produtos: 
Produtos Classe I: São produtos que não tem contato direto com pele, mais seu uso é destinado para micropigmentação, tais como demógrafos, tebori, fontes etc.
Produtos Classe II: São produtos que tem contato com pele ou com produtos que teve o contato com a pele, tais como: Agulhas, ponteiras, laminas, batoque, porta tintas, dermoponturador.
Produtos Classe III: São produtos que tem contato diretamente com a pele e que permanece na pele, tais com Pigmentos:
Implantar um pigmento na pele com um dermógrafo não é um ato simples ou sem riscos, para tanto, deve-se usar produtos que atendam perfeitamente a legislação sobre composição de produtos para micropigmentação.
Sendo normas Nacionais RDC 16/2013, RDC 55/2008, Farmacopeias Brasileiras e internacionais, dentre várias ISSO e normas internacionais. Todas essas NORMAS exigem que os fabricantes tenham perfeita transparência e regras de fabricação muito rígidas, assim como:
- Rotulagem
- Composição
-  Embalagem
- Esterilização



O rastreamento deve ser amplo, para oferecer aos clientes que desejam fazer uma tatuagem ou uma micropigmentação, com total segurança.
A legislação é uma garantia de segurança para os consumidores que utilizam produtos de um fabricante que respeita a legislação e a saúde do consumidor. Dessa forma, fica restrita a utilização de pigmentos inapropriados, desde que cumpram a legislação

É dever do profissional verificar a conformidade do produto (rotulagem, laudos de análise), mas também utilizar o produto de acordo com as instruções do fabricante: condições de armazenamento, prazo de validade, Validade Após Abertura.

A formulação e fabricação de pigmentos, devem ser por matérias-primas selecionadas e controladas, de origem orgânica e inorgânica de alta pureza, garantindo a máxima segurança para seu cliente.
 
Conheça as principais etapas da fabricação :
Existem várias verificações realizadas durante este processo que devem garantir reprodutibilidade perfeita e segurança máxima,
 Controle de cor por colorimetro,
 Controle de viscosidade por viscosímetro digital,
 Controle de densidade por densitômetro e picnômetro,
 Controle de pH para perfeita compatibilidade com a pele etc ...
 
Todas as etapas de fabricação desde a peneiramento dos pós para obtenção de granulometria correta, dispersão, envase e até o condicionamento são realizadas em área controlada de classe III, sendo para garantir o mínimo de contaminação inicial antes da fase de esterilização.

Com isso, controles microbiológicos no meio e no final da produção garantem não contaminação ao longo deste processo.

É muito importante a escolha certa das matérias primas, a indústria deve se munir dos requisitos mais rigorosos no momento da escolha das matérias-primas, tanto orgânicos como inorgânicos, desde que cumpram a legislação e o tratamento adequado a esse pigmento.


A formulação e fabricação de pigmentos, devem ser por matérias-primas selecionadas e controladas, de origem orgânica e inorgânica de alta pureza, garantindo a máxima segurança para seu cliente.
Pigmentos de micropigmentação e tatuagem:
As matérias primas são selecionados de acordo com os seguintes critérios:
 
 Legislação: todas as matérias-primas (pigmentos, dispersantes) estão em conformidade com a legislação e os critérios exigidos (farmacopeia, RDCs e ISO).
 
 Pureza: Todas as matérias-primas são analisadas, de acordo com a legislação, e possuem uma taxa de impureza inferior às taxas admitidas.
 Qualidade: Os pigmentos são escolhidos de acordo com sua força de coloração, sua estabilidade na pele e sua resistência (luz, temperatura, etc.).
 
 Origem: dependendo da demanda, os produtos podem ser escolhidos orgânicos ou inorgânicos.
 Controle: Em cada recepção de MP é realizado um controle interno desses diferentes pontos, além dos relatórios de análise fornecidos pelo fabricante.
 Registro: todos esses pontos são realizados, permitindo assim a rastreabilidade do produto.
Apesar de todos os cuidados dentro do processo produtivo evitando todos os tipos de contaminação, os produtos devem sair estéril para o consumidor Final, e estes sofrem radiação gama conforme foi validado.
Esta esterilização por radiação validada permite a esterilização dos produtos em sua embalagem final, oferecendo a possibilidade de abrir o pigmento em um campo de trabalho estéril. Além de introduzir um pigmento livre de germes na pele.
Após o retorno da esterilização, os produtos são colocados em quarentena e, em seguida, verificados por pessoa responsável antes de prosseguir com o processo.
São realizadas verificações como:
 Conformidade da rotulagem
 Verificação do certificado de irradiação
 Conformidade do protocolo de irradiação e da dose recebida.
 Conformidade do laudo de Teste de esterilidade
 
Na etapa final, são realizadas as inspeções finais antes da liberação do produto, e uma amostra de cada lote é mantida como referência futura
 
 
Conclusão:
Não é sobre orgânicos ou inorgânicos e sim sobre formação de um castanho adequado, tipo Make up (cor de pelo).
Eu falo do equilíbrio da cor sabendo que, a médio e longo prazo, o pigmento apresenta na pele estabilidades diferentes!
Percebo nos Inorgânicos uma melhor adequação para trabalhos em sobrancelhas e também numa composição em lábios, ainda que, não é somente sobre inorgânicos, e sim um sobre um conceito sobre o tratamento dado em laboratório para os pigmentos usados na micropigmentação.  
Eu falo de um olhar voltado para uma micropigmentação temporária e não definitiva, livre de resíduos de cor alterada. Eu falo de um pigmento com degradação tranquila, acredito ainda que segredos industrias façam parte da complexidade em executar a formula do castanho perfeito .

Imprimir