Pontilhismo e suas variações na Micropigmentação

Pontilhismo e suas variações na Micropigmentação

Quando se fala em Pontilhismo na Micropigmentação as pessoas logo imaginam que o efeito “Pixels” é realizado ponto a ponto pelo profissional micropigmentador, mas na verdade os pontinhos que vemos na  técnica Pontilhismo e Shading é resultado de algumas combinações de cruzamentos de linhas e também é claro do pontilhismo genuíno( ponto a ponto) .

Penso que a Micropigmentação na atualidade tem agregado muitas técnicas e conceitos da arte e da pintura, encontramos expressões que captam do Hiper-realismo ao Impressionismo, vários aspectos que recriam a arte de micropigmentar.

O Pontilhismo, como sendo uma técnica que importa o volume, as performances de luz e sombra, foi adaptado na micropigmentação artística devido a sua ampla aplicabilidade, com  suas formas suaves e de bordas infinitas.

A micropigmentação agregou pontilhismo em todas as suas áreas: olhos, lábios, sobrancelhas, capilar, areolar e outras. Atuar na Micropigmentação nas áreas Cosmetica, Estetica, e também Paramédica utilizando pontilhismo e shanding, tem sido alvo de muito sucesso em trabalhos extremamente técnicos e autorais.

A autoralidade é um ingrediente que fascina o micropigmentador, e acredito que fascina o ser humano em geral. Saber que o resultado do seu trabalho é algo que você próprio criou, e que as pessoas irão relacionar sua obra à sua pessoa, no final toda essa dinâmica de reconhecimento se transforma em uma Marca. Existem artísticas que conquistaram técnicas de sucesso com o técnica de Pontilhismo na micro e chegam a vender suas formulas de arte em curso e master classes, a questão é que o Pontilhismo é tão amplo e as propostas que as clientes trazem são sempre únicas, então o profissional acaba personalizando a técnica que aprendeu, para atender diversos tipos de gosto e rosto.

É interessante como as manobras são performáticas, através de cruzamentos de linhas feitos com manobras rasantes, o operador realiza movimentos ágeis, com agulhas monoponta ou planas, além é claro de reunir todas as ações de alinhamento, grau de profundidade e lesão, ritmo e pressão, tudo em  adequação com cada tipo de pele. Para tanto, se faz necessário bastante treino e dedicação, com constante revisão e atualização dos conceitos de fisiologia e anatomia da pele, para que no momento do procedimento o operador possa intuir a pele e realizar essas ações que são importantíssimas para o sucesso do trabalho com Pontilhismo e Shading.

As tonalidades devem seguir uma performance equilibrada, os pigmentos com bases inorgânicas são excelentes para atender o chamado para um resultado da cor tipo Make Up. Existem pigmentos reconhecidos no mercado há mais de 30 anos, que conquistaram e atingiram o grau máximo de satisfação quanto ao equilíbrio da cor, os famosos Color e Gold têm formulas exclusivas e com segredos industrias, e são ideais para pontilhismo na Micro. A questão da cor merece atenção, muitas empresas investem em formulas complexas e com bases orgânicas, o que fatalmente a médio e curto prazo irão se dispersar no interior da pele causando uma alteração na cor e deixando resíduos persistentes.

Percebo claramente que o profissional do futuro faz boas escolhas, pesquisa através de estudos e oficinas praticas, lembrando que é de extrema importância a confiabilidade no pigmento porque a obra de pontilhismo na Micro depende de um resultado de cor que seja natural a médio e longo prazo e que tenham estabilidades controladas para evitar alteração da cor, e isso é obtido sempre em pigmentos idôneos e quem praticam o conceito da maquiagem permanente sem resíduos de cor alterada.

Outro aspecto que precisa ser olhado pelo profissional que deseja apurar e dominar as famosas Manobras Pendulo e Pendulo em Tripé, são os exercícios para coordenação motora fina. Ela é responsável pela capacidade do nosso corpo de realizar movimentos articulados e é resultado da interação entre os sistemas muscular, esquelético, nervoso e sensorial. É graças a ela que somos capazes de escrever, pintar e desenhar.

Quando se trata de trabalhos manuais e artísticos, a coordenação motora fina entra em atuação para realizar traços precisos, passar duas vezes no mesmo traço, ter delicadeza nas investidas e tudo que envolve a busca do aperfeiçoamento para o trabalho de pontilhismo na Micro.






Imprimir